Corrimento vaginal pós infecção por COVID 19

É comum o aparecimento de corrimento vaginal após a infecção pela COVID 19, que pode ocorrer por piora da imunidade local ou por alteração da flora vaginal devido a uso de antibiótico. Apesar de normalmente não terem gravidade, costumam ser corrimentos de difícil tratamento e maior chance de recidiva, daí a importância do diagnóstico correto e terapêutica prescrita por ginecologista.Evite a auto-medicação. https://www.instagram.com/tv/CQGlL3xnH9_/?utm_medium=copy_link Dra. Carolina CorsiniGinecologista e ObstetraCRM-SP: 109680

Read more

Microbiota vaginal

As alterações da microbiota vaginal (flora vaginal) estão relacionadas a quadros de infecção de repetição, como candidíase vaginal, infecção de urina e persistência e progressão do vírus HPV. Essa é uma área da medicina que vem crescendo muito. Esperamos em breve novas abordagens para esse quadro. Dra. Carolina CorsiniGinecologista e ObstetraCRM-SP: 109680

Read more

Candidíase vaginal de repetição

Será que todo corrimento é candidíase? E por que algumas mulheres apresentam quadros de repetição? Dra. Carolina Corsini Ginecologista e Obstetra CRM-SP: 109680

Read more

Corrimento Vaginal x Verão

Você sabia que o verão é a época mais propícia para o aparecimento de corrimento vaginal? Fique atenta às dicas abaixo para evitar o aparecimento dessa chatice nesse período: – dê preferência ao uso de roupas íntimas mais confortáveis e de algodão, evitando os tecidos sintéticos pois estes aumentam a temperatura local – Evitar o uso de calças apertadas – Evitar ficar muito tempo com o mesmo biquíni molhado na…

Read more

Prurido vulvar

Nem toda “coceira vaginal” é candidíase! O prurido vulvar ou “coceira vaginal” é um sintoma bastante comum e que todas as mulheres vão relatar em algum período da vida. Geralmente, este tipo de sintoma está relacionado à candidíase e, por este motivo, é muito comum a automedicação. No entanto, existem muitas outras causas de prurido vulvar, como outros tipos de corrimento vaginal, dermatites, atrofia (“ressecamento”) vaginal e até outras doenças…

Read more